Ven. Lama Rinchen Khyenrab

Biodata / mini currículo

Lama Rinchen Khyenrab Thupten Nyma (Carlos Henrique Amaral de Souza), é graduado em Engenharia Agronômica, pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), no Brasil; cursou Pós-graduado em Biotecnologia e Agronegócios na Universidade de Cornell, em Ithaca, NY/EUA. Obteve título de Mestre em Psicologia, pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); é Instrutor Certificado no Programa CBCT — Cognitively Based Compassion Training — oferecido pelo Center for Contemplative Science and Compassion-Based Ethics, da Emory University, em Atlanta/EUA. Tem atuado como Instrutor de Meditação em diferentes cidades brasileiras, bem como ministrado ensinamentos como Professor da disciplina optativa "Regulação Emocional para Profissionais de Saúde: sustentando a motivação para cuidar", oferecida pela Faculdade de Medicina do Hospital Albert Einstein - São Paulo/Brasil.

Estudioso e praticante budista há 31 anos, optou por se tornar monge após um longo período exercendo atividades profissionais na área da agronomia, e em 2003 foi consagrado Bhikshu (plenamente ordenado) por seu Guru Raiz, Sua Eminência 25º Chogye Trichen Rinpoche, em Kathmandu/Nepal, ao concluir sua formação monástica.

A pedido de Sua Eminência fundou o Centro Budista Tibetano Thupten Dekyid Öedbar Ling (Mosteiro Sakya), em Cabreúva/SP, em 2004, e desde então tornou-se o Lama (professor) residente do Mosteiro e representante da Linhagem Sakya na América do Sul.

 

Resumo Biográfico

Em sua formação laica, o Venerável Lama Rinchen Khyenrab Thupten Nyima (Carlos Henrique) graduou-se em Engenharia Agronômica no Brasil, cursou pós-graduação em Biotecnologia e Agronegócios na Universidade de Cornell em Ithaca – NY/EUA,

e atuou profissionalmente nesta área de 1983 a 1999, quando decidiu dedicar a maior parte do seu tempo aos estudos e à prática do Dharma.

 

Seus primeiros contatos com o budismo aconteceram em 1989 na Thailândia e na China. No mesmo ano, conheceu S.S. Jigdal Dagchen Rinpoche, em Seattle, de quem ouviu ensinamentos do Dharma pela primeira vez e recebeu ajuda para organizar sua primeira viagem a Kathmandu, no Nepal, em 1992.

Em 1992, através de S.E. Karma Thinley Rinpoche — reconhecido como mestre nas tradições Sakya e Karma Kagyü —, o monge Rinchen adentrou formalmente aos estudos e prática do Dharma, recebendo os votos de refúgio nas Três Joias e os votos de Bodhisattva. Em seguida, S.E. Karma Thinley Rinpoche concedeu a ele vários ensinamentos, bem como as iniciações do Buddha Shakyamuni e de Tara Verde, para os quais o monge Rinchen firmou os respectivos compromissos de práticas. 

 

Ao final de dois anos, S.E. Karma Thinley Rinpoche encaminhou o monge Rinchen ao Líder supremo da Subescola Tsarpa da tradição Sakya, do budismo tibetano, S.E. 25º Chogye Trichen Rinpoche (1930-2007), a partir de então, Sua Eminência o recebeu como aluno, tornando-se o seu Guru Raiz.

De 1994 a 2007, o monge Rinchen recebeu extensivos ensinamentos e iniciações de S.E. 25º Chogye Trichen Rinpoche, assim também, todo suporte para a conclusão dos diferentes retiros fechados que realizou, sendo o seu mestre de retiros.

 

Durante os estudos monásticos exerceu o magistério em regime de meio período até 2003, quando completou sua ordenação. Desde então, tem se dedicado em tempo integral a praticar o Dharma segundo a tradição Sakya Tsarpa do budismo tibetano.

 

Em 2004, após ter recebido sua completa ordenação monástica (Bhikshu em sânscrito, Gelong em tibetano) o monge Rinchen tornou-se representante da tradição Sakya Tsarpa do budismo tibetano no Brasil e na América do Sul.

 

Naquela ocasião, S.E. 25º Chogye Trichen Rinpoche autorizou a abertura do Centro Budista Tibetano Sakya Tsarpa Thupten Dekyid Öedbar Ling (Mosteiro Sakya) no Brasil, com a finalidade de formar monges brasileiros e latino-americanos segundo a tradição Sakya Tsarpa.

 

Ao longo dos anos de convivência e ensinamentos que recebeu de seu Guru Raiz, o monge Rinchen absorveu muitas coisas de seu mestre, sendo umas delas a visão não-sectária [Rime] da prática do Dharma.

 

Por muitas vezes, o monge Rinchen acompanhou seu mestre em monastérios de outras tradições, nos quais Sua Eminência, a pedido dos abades desses monastérios, ministrava iniciações e ensinamentos segundo a tradição Sakya. Da mesma forma, grandes Mestres de outras tradições vinham ao seu monastério realizar cerimônias de longevidade a Sua Eminência, assim como para conceder ensinamentos segundo as tradições a que pertenciam.

 

No Brasil, o monge Rinchen recebeu vários ensinamentos  e iniciações de S.E. Chagdud Tülku Rinpoche (1930-2002) e de sua esposa Chagdud Khadro, a quem devota profundo respeito e gratidão.

Desde 2004, apontado como Lama (professor) residente do Mosteiro Sakya – Brasil em Cabreúva - SP, o monge Rinchen vem se dedicando às suas práticas e estudos, como também tem viajado extensivamente no Brasil para ensinar o Dharma de acordo com as instruções de sua linhagem, sendo que a simplicidade e a atitude não-sectária do seu Guru Raiz têm se mostrado presentes nas atividades do monge Rinchen aonde quer que ele esteja. 

 

Com o parinirvana de S.E. 25º Chogye Trichen Rinpoche em janeiro de 2007, pouco antes do seu falecimento, Sua Eminência o direcionou a S.S. Sakya Trichen Dorje Chang (41º Sakya Trizin), que se tornou o seu Guru Raiz presente. Desde então, tem recebido ensinamentos diretos de Sua Santidade e orientações para o desenvolvimento da tradição Sakya no Brasil e na América do Sul.

 

Como parte de sua contínua educação monástica e aperfeiçoamento como professor do Dharma, com frequência tem se encontrado com diferentes Mestres no Nepal e na Índia.

 

Ven. Lama Rinchen Khyenrab tem em sua formação a presença de mestres das quatro tradições, tais como:

Tradição Sakya

  • S.S. Sakya Trichen

  • S.S. Jigdal Dagchen 

  • S.S. 42º Sakya Trizin

  • S.E. Gyana Vajra Rinpoche

  • S.E. Jetsun Kushok Chimey

  • S.E. Dagmo Kusho Sakya

  • S.E. Ludhing Khenchen Rinpoche

  • S.E. 26º Chogye Trichen Rinpoche

  • S.E. 27º Chogye Trichen Rinpoche

  • S.E. Khenchen Appey Rinpoche

  • S.E. Shiwang Tülku Rinpoche

Tradição Nyingma

  • S.S. Trülshik Rinpoche

  • S.S. Gentse Tülku Rinpoche

  • S.S. Penor Rinpoche

  • S.E. Chagdud Tulku Rinpoche

  • S.E. Chagdud Khadro

  • S.E. Chökyi Nyima Rinpoche 

  • S.E. Tsikey Chokling Rinpoche

Tradição Gelug

  • S.E. Thubten Zopa Rinpoche

  • Ven. Geshe Lhakdor 

  • Ven. Geshe Lobsang Tenzin 

  • Ven. Geshe Dadul Namgyal

  • Ven. Geshe Ngawang Phende

Tradição Kagyu

Entre outros mestres, além do seu Guru Raiz S.E. 25º Chogye Trichen Rinpoche, e S.S. Tenzin Gyatso (14º Dalai Lama).